PERI-IMPLANT STATUS IN PARTIALLY EDENTULOUS INDIVIDUALS SUBJECTED TO DENTAL IMPLANT REHABILITATION

  • Carina Maciel Silva-Boghossian School of Dentistry, Postgraduate Program in Dentistry, and Postgraduate Program in Translational Biomedicine, University of Grande Rio (UNIGRANRIO), Duque de Caxias, RJ, Brazil
  • Priscila de Paula Nascente de Godoi School of Dentistry, Postgraduate Program in Dentistry, and Postgraduate Program in Translational Biomedicine, University of Grande Rio (UNIGRANRIO), Duque de Caxias, RJ, Brazil
  • Tamyris Ignácio Wakoff School of Dentistry, Postgraduate Program in Dentistry, and Postgraduate Program in Translational Biomedicine, University of Grande Rio (UNIGRANRIO), Duque de Caxias, RJ, Brazil
  • Claudia Maria Pereira School of Dentistry, Postgraduate Program in Dentistry, and Postgraduate Program in Translational Biomedicine, University of Grande Rio (UNIGRANRIO), Duque de Caxias, RJ, Brazil

Resumo

Objetivo: A reabilitação oral com o emprego de implantes dentários é uma rotina na clínica odontológica. Entretanto, as doenças peri-implantares podem se estabelecer ao redor dos implantes dentários com o passar do tempo. O objetivo deste estudo foi avaliar a saúde peri-implantar de indivíduos submetidos a tratamento com implantes dentários comparados a indivíduos com saúde periodontal e periodontite. Métodos: Os participantes do estudo foram submetidos a questionários anamnésicos e exame periodontal/ peri-implantar completo. Foram incluídos 20 indivíduos Portadores de Implantes Dentários (45% mulheres; idade média de 57,2 anos), 35 indivíduos com Saúde Periodontal (28,6% mulheres; idade média de 24,1 anos) e 25 indivíduos com Periodontite (20% mulheres; idade média de 47,5 anos). Estes últimos não possuíam implantes dentários. Diferenças significativas foram analisadas através dos testes Wilcoxon, Qui-quadrado e Kruskal-Wallis. Resultados: O grupo Portadores de Implantes Dentários possuía uma média de 3,9 implantes com tempo médio de instalação de 5,1 anos. Doença peri-implantar foi detectada em 75% dos indivíduos com implantes dentários, sendo 70% mucosite peri-implantar. Implantes dentários apresentaram profundidade de sondagem e nível clínico de inserção significativamente maior quando comparado a dentes dos mesmos indivíduos (p d” 0,004), ou de indivíduos com saúde periodontal (p < 0,0001). Apesar de implantes apresentarem menor acúmulo de biofilme dental, apresentaram maiores porcentuais de sangramento à sondagem comparado a dentes (nos mesmos indivíduos; p = 0,002) e a indivíduos com saúde periodontal (p < 0,0001). Conclusão: A população estudada apresenta uma relativamente alta prevalência de doença peri-implantar. Além disto, foi possível constatar que as características clínicas do tecido peri-implantar se assemelharam àquelas de indivíduos com periodontite.

Publicado
2019-05-21
Como Citar
SILVA-BOGHOSSIAN, Carina Maciel et al. PERI-IMPLANT STATUS IN PARTIALLY EDENTULOUS INDIVIDUALS SUBJECTED TO DENTAL IMPLANT REHABILITATION. Revista Científica do CRO-RJ (Rio de Janeiro Dental Journal), [S.l.], v. 4, n. 1, p. 21-27, maio 2019. Disponível em: <http://revcientifica.cro-rj.org.br/index.php/revista/article/view/88>. Acesso em: 26 ago. 2019.
Seção
Artigos