The applicability of the Carrea’s method for human height estimation through lower and upper teeth in dental models

  • Julius Cézar Alves de Lima Centro Odontológico de Estudos e Pesquisas (COESP), João Pessoa, Paraíba
  • Yane Laiza da Silva Oliveira Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • Patricia Moreira Rabello Departamento de Clínica e Odontologia Social (DCOS), Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • Yuri Wanderley Cavalcanti Departamento de Clínica e Odontologia Social (DCOS), Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • Bianca Marques Santiago Universidade Federal da Paraíba

Resumo

Objetivo: Avaliou-se a aplicabilidade do método de Carrea, original e modificado na estimativa da estatura humana. Métodos: Trata-se de estudo seccional, realizado com 31 pares de modelos de gesso de 33 graduandos de odontologia. Cada modelo inferior foi analisado com o emprego do Método de Carrea (1939), original, e o método modificado (LIMA, 2011) foi utilizado na análise dos modelos superiores. Os dados foram analisados por estatística descritiva e inferencial (α=5 %). Resultados: Pelo método de Carrea original, a altura estimada incluiu a altura real em 51,6% (n=16) dos casos, com concordância de 38,7% (n=12) para o quadrante 3 e de 32,3% (n=10) para o 4. A mesma concordância global foi observada para o método modificado (51,6%; n=16), com percentual de 35,5% (n=11) e 32,3% (n=10) para os quadrantes 1 e 2, respectivamente. Não houve diferença estatisticamente significante entre os sexos. A altura foi subestimada em 58,1% (n=18) dos casos quando analisados pelo método de Carrea original, independente do quadrante analisado, e superestimada em 3,2% (n=1) no quadrante 3, e 9,7% (n=3) no quadrante 4. Pelo método modificado, subestimou-se a altura em 45,2% (n=14) para o quadrante 1, e em 38,7% (n=12) para o quadrante 2. A superestimação ocorreu em 19,4% (n=6) no quadrante 1 e em 29,0% (n=9) no quadrante 2. Obtiveram-se baixos coeficientes de correlação entre os valores estimados e reais. Conclusões: Os métodos de Carrea, original e modificado, apresentaram aplicabilidade questionável, devendo ser utilizados de maneira complementar a outras técnicas de estimativa de estatura.

Publicado
2018-05-03
Como Citar
ALVES DE LIMA, Julius Cézar et al. The applicability of the Carrea’s method for human height estimation through lower and upper teeth in dental models. Revista Científica do CRO-RJ (Rio de Janeiro Dental Journal), [S.l.], v. 3, n. 1, p. 16-22, maio 2018. Disponível em: <http://revcientifica.cro-rj.org.br/index.php/revista/article/view/17>. Acesso em: 26 ago. 2019.
Seção
Artigos