The dentist as a child abuse informer: a case report

  • Ana Lucia Vollú Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Marta Lua P.W. Almeida Departamento de Pós-Graduação, Faculdade de Odontologia, Universidade Veiga de Almeida (UVA)
  • Maria de Fátima C. Vasconcelos Departamento de Pós-Graduação, Faculdade de Odontologia, Universidade Veiga de Almeida (UVA)
  • Cláudia M. Gomes Departamento de Pós-Graduação, Faculdade de Odontologia, Universidade Veiga de Almeida (UVA)
  • Roberto Braga de C. Vianna Departamento de Odontopediatria e Ortodontia, Faculdade de Odontologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Fernanda Barja-Fidalgo Departamento de Odontopediatria e Ortodontia, Faculdade de Odontologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Andréa Fonseca-Gonçalves Departamento de Odontologia Preventiva e Comunitária, Faculdade de Odontologia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Resumo

RESUMO


  A violência doméstica contra as crianças interfere no seu desenvolvimento psicológico, levando a seqüelas que se manifestam e persistem até a idade adulta. A evidência física da violência doméstica é facilmente observada no complexo orofacial e, eventualmente, é detectada pelos dentistas. Relatamos o caso de uma vítima de maus-tratos de 9 anos que foi diagnosticada durante o tratamento odontológico. Um odontopediatra conseguiu identificar sinais e sintomas, tanto físicos como psicológicos, e em seguida, trouxe o caso às autoridades responsáveis. A custódia da criança foi concedida à avó por uma decisão judicial, o que permitiu a recuperação da saúde e qualidade de vida. Os profissionais devem conduzir adequadamente os casos de abuso, a fim de proteger as crianças de ocorrências futuras.


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 

Publicado
2018-05-03
Como Citar
VOLLÚ, Ana Lucia et al. The dentist as a child abuse informer: a case report. Revista Científica do CRO-RJ (Rio de Janeiro Dental Journal), [S.l.], v. 3, n. 1, p. 77-81, maio 2018. Disponível em: <http://revcientifica.cro-rj.org.br/index.php/revista/article/view/12>. Acesso em: 26 ago. 2019.
Seção
Relato de Caso