AMELOBLASTIC FIBRODENTINOMA IN A BABY MAXILLA: CASE REPORT

  • Daniela Pugliesi Dentistry College, Federal University of Alagoas, Maceió, AL, Brazil
  • Camila Maia Beder Ribeiro Dentistry College, Federal University of Alagoas, Maceió, AL, Brazil
  • Valdeci Elias dos Santos Junior Dentistry College, Federal University of Alagoas, Maceió, AL, Brazil
  • Lisa Danielly Curcino Araujo Dentistry College, Federal University of Alagoas, Maceió, AL, Brazil
  • José Ricardo Mikami Dentistry College, Centro Universitário Cesmac, Maceió, AL, Brazil
  • Tamires Quicyane Sampaio Araújo Dentistry College, Centro Universitário Cesmac, Maceió, AL, Brazil
  • Luiza Eduardina Ferreira Barros Dentistry College, Centro Universitário Cesmac, Maceió, AL, Brazil

Resumo

Introdução: O Fibrodentinoma Ameloblástico (FDA) é um tumor odontogênico misto, raro, assintomático e de crescimento lento, acometendo normalmente crianças e jovens em sua primeira ou segunda década de vida. Essa lesão geralmente provoca expansão óssea da região envolvida e dificulta a erupção dentária. Objetivo: O objetivo deste trabalho é relatar um caso de FDA em maxila anterior de bebê de 3 anos de idade e seu tratamento, ressaltando a importância do atendimento odontológico precoce e o tratamento para este tipo de lesão. Relato de caso: Paciente do gênero feminino, 3 anos, compareceu à clínica odontológica de atendimento a bebês do Centro Universitário Cesmac (Maceió – AL, Brasil), acompanhada de sua mãe, relatando uma gengiva inchada há aproximadamente 6 meses. Ao exame clínico, observou-se um aumento de volume na região do incisivo central e lateral direito, com coloração discretamente avermelhada, superfície lisa, formato esférico, com inserção séssil, sem mobilidade e de consistência firme. Ao exame radiográfico constatou-se uma lesão mista com área radiolúcida compatível com reabsorção óssea e áreas radiopacas compatíveis com material calcificado no interior da lesão. Foi realizado uma biopsia incisional, confirmando o diagnóstico de Fibrodentinoma Ameloblástico. Conclusão: O tratamento desta anomalia requer uma abordagem precoce com o objetivo de melhorar a qualidade de vida desses pacientes, devendo-se aconselhar os pais ou responsáveis quanto à necessidade do acompanhamento periódico após a realização do tratamento.

Publicado
2020-03-05
Como Citar
PUGLIESI, Daniela et al. AMELOBLASTIC FIBRODENTINOMA IN A BABY MAXILLA: CASE REPORT. Revista Científica do CRO-RJ (Rio de Janeiro Dental Journal), [S.l.], v. 4, n. 3, p. 63-67, mar. 2020. ISSN 2595-4733. Disponível em: <http://revcientifica.cro-rj.org.br/index.php/revista/article/view/115>. Acesso em: 13 jul. 2020. doi: https://doi.org/10.29327/24816.4.3-10.
Seção
Relato de Caso